Nissan apresenta carro-conceito elétrico para emergências

Modelo batizado de Re-Leaf foi construído tendo como base o Leaf e pode servir como fonte de energia para auxiliar em missões de resgate e socorro em acidentes e situações emergenciais

re-leaf1
Fotos: Lewis Harrison-Pinder
Carro conceito pode atuar como fonte de energia móvel

 

A Nissan apresentou um carro-conceito elétrico baseado em seu campeão de vendas Leaf. Batizado de Re-Leaf (numa combinação do nome do carro original com o termo inglês relief, que significa auxílio, socorro, assistência), o modelo pode atuar em situações de emergência, servindo de fonte de energia móvel em desastres naturais ou sob condições climáticas extremas. Em um cenário de resgate numa floresta, por exemplo, o Re-Leaf pode ser usado como gerador para um sistema de iluminação.

Para isso, além das alterações que o permitem se deslocar sobre vias cobertas de escombros, o Nissan Re-Leaf possui tomadas à prova d’água na parte externa da carroceria, permitindo a conexão de aparelhos de 110V a 230V rapidamente.

re-leaf5
Re-Leaf pode fornecer energia a diversos equipamentos simultaneamente

“Estamos constantemente explorando formas para que os veículos elétricos possam enriquecer nossas vidas, indo além de proporcionar apenas o transporte com zero emissão de poluentes”, declarou Helen Perry, diretora de veículos elétricos e infraestruturas da Nissan na Europa. “Conceitos como o Re-Leaf demonstram a possível aplicação dos veículos elétricos na gestão de desastres, demonstrando que tecnologias mais limpas e inteligentes podem ajudar a salvar vidas, dando maior resiliência”, afirmou.

No comunicado de apresentação do modelo, a Nissan mencionou um estudo de 2019 do Banco Mundial, que aponta os desastres naturais como a maior causa de falte de energia, tendo provocado 37% das interrupções na Europa entre 2000 e 2017, e 44% das ocorrências de falta de eletricidade nos Estados Unidos no mesmo período. Quando ocorre um desastre, o prazo para que o abastecimento de energia seja normalizado varia de 24 horas a 48 horas, dependendo dos danos provocados. Durante esse período, os veículos elétricos podem ser usados como fonte alternativa para casos de emergência.

re-leaf3
Há duas tomadas externas à prova d’água

Princípio já em uso nas emergências

Embora o Re-Leaf seja um carro-conceito, a ideia já está sendo usada em situações reais. No Japão, a montadora vem disponibilizando o Leaf para oferecer energia e transporte em situações de emergência após desastres naturais desde 2011. Isso é possível graças ao sistema Nissan Energy Sharing, que permite ao veículo não apenas “puxar” a energia para ser carregado, mas também fornecer eletricidade a uma casa ou para equipamentos.

re-leaf4
Sem o banco traseiro, há mais espaço para equipamentos de emergência

Para se ter ideia, a bateria de 62 kWh do Nissan Leaf e+ com carga total é capaz de alimentar vários equipamentos usados em situações de socorro, como um conjunto de holofotes de 100W, um respirador mecânico para UTI e até uma britadeira elétrica. Sem falar na autonomia para até 385 quilômetros. “Milhares de veículos elétricos podem ser utilizados tanto como veículos de suporte em desastres como conectados à rede elétrica, oferecendo a capacidade incomparável de criar uma central para manter o fornecimento de energia”, afirmou Helen Perry.

As adaptações no Re-Leaf, executadas por uma empresa britânica, incluem aumento na distância do carro ao solo de 70 mm para 225 mm, reforço no assoalho, instalação de pneus mais largos de uso misto e rodas de 17” na parte externa. Duas tomadas à prova d’água estão posicionadas em locais de fácil acesso, enquanto uma terceira tomada está no porta-malas do carro.

re-leaf2
Mesa retrátil e monitor permitem criar uma central de operações

O bagageiro, aliás, foi ampliado com a retirada do banco traseiro, o que proporcionou uma superfície plana, perfeita para armazenar todo o equipamento necessário, incluindo uma mesa retrátil e um monitor de 32” com os quais é possível montar um centro operacional para coordenar as ações das equipes durante as emergências. O Nissan Re-Leaf mostra que carros-conceito nem sempre precisam ser futuristas e que boas ideias costumam ser as mais simples e fáceis de serem colocadas em prática.