Vendas de veículos novos teve leve alta em julho, diz Fenabrave

Houve crescimento de 2,20% em relação a junho e de 4,13% sobre julho do ano passado

Fiat Strada - Caderno Garagem

O setor automotivo teve motivos para comemorar em julho, apesar da crise dos suprimentos – e dos semicondutores, particularmente – seguir prejudicando o ritmo de produção. É que, de acordo com o balanço mensal da Fenabrave (entidade que reúne os donos de concessionárias de todo o País), o segmento apresentou alta nas vendas. Foi uma evolução tímida, é verdade, mas positiva, de 2,20% em relação ao registrado em junho. Foram 169.093 veículos emplacados em julho, contra 165.455 unidades licenciadas no mês anterior. Houve crescimento também (4,13%) na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando foram vendidos 162.387 exemplares.

“Acreditamos ser um ótimo resultado, se considerarmos o custo e a seletividade do crédito neste momento”, afirmou José Maurício Andreta Jr., presidente da entidade. “Pela primeira vez no ano os emplacamentos de autos e leves estiveram acima do registrado no mesmo mês de 2021, o que é um bom indicativo para o início do segundo semestre”, completou.

As vendas de modelos eletrificados (100% elétricos, híbridos e híbridos leves) totalizaram 3.136 unidades em julho, resultado inferior ao de junho (4.072) e do mesmo mês de 2021 (3.624). “Como se trata de um mercado ainda em amadurecimento, essas oscilações são esperadas”, explicou Andreta Jr. “Além disso, o volume de julho não ficou distante da média mensal do ano, que é de 3,3 mil veículos”, acrescentou.

Veterano segue na ponta

Entre os modelos mais vendidos, o VW Gol manteve a liderança nos automóveis, com 11.925 unidades emplacadas, seguido por Chevrolet Onix (8.837) e Hyundai HB20 (8.156). A entrega das unidades destinadas às vendas diretas – locadoras e grandes frotistas, como empresas de telefonia e de outros serviços – explica o bom desempenho do veterano compacto da Volkswagen, já que a produção ainda sofre as consequências da falta de componentes.

Na categoria dos comerciais leves, a picape Fiat Strada continua reinando absoluta e registrou 10.897 exemplares licenciados no mês. A outra picape da Fiat, a Toro, foi a vice-líder em julho, com 4.333 unidades, enquanto a Toyota Hilux ocupou a terceira posição no ranking, com 4.122 veículos emplacados.

Nas vendas acumuladas, o Hyundai HB20 é o líder entre os automóveis de passeio, com 50.990 unidades comercializadas, seguido por Chevrolet Onix (42.687) e VW T-Cross (36.404). Na categoria de comerciais leves, a Fiat Strada soma 61.942 veículos licenciados, com Fiat Toro (30.195) e Toyota Hilux (25.666) vindo na sequência.

Entre as marcas, a Fiat continua na liderança, com 222.908 veículos licenciados no ano – 21,84% de participação do mercado – com a Chevrolet (143.821 unidades e 14,09%) e a Volkswagen (123.625 exemplares e 12,11%) vindo a seguir.