Fiat faz melhorias na Fiorino

Comercial leve ganha mais espaço e fica mais confortável para o trabalho do dia a dia

Fiat Fiorino - Caderno Garagem

Em meio a lançamentos importantes, como o SUV Pulse e o 500 elétrico, a Fiat também encontrou tempo para fazer alterações no comercial leve Fiorino, que tem mais de 90% de participação de mercado entre as vans compactas. O carro chega ao mercado na versão Endurance 1.4, por R$ 99.990.

Com capacidade de carga de 650 kg, o modelo 2022 mexeu no design. A dianteira ganhou faróis mais afilados e com máscara negra, contornados por para-choques, para-lamas e capô redesenhados. Um painel preto se estende na lateral, para proteger a carroceria de pequenas batidas no dia a dia.

Por dentro, a Fiorino reformulou o painel, com saídas de ar-condicionado retangulares. O novo cluster reúne computador de bordo com seis funções, conta-giros e hodômetro parcial digital. O habitáculo recebeu mais quatro porta-objetos, somando 13 compartimentos que podem guardar 18,3 litros.

Fiat Fiorino - Caderno Garagem

Um deles é o espaço destinado para a máquina de cartão na porta – prático para quem é comerciante –, além da área acima do porta-luvas iluminado e nos painéis de portas. Feitos com material resistente, os bancos estão mais confortáveis.

Entre os itens de série, a Fiorino traz direção hidráulica, ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, vidros e travas elétricas, chave com telecomando, protetor de cárter, alarme e faróis de neblina. Para aumentar a segurança dos ocupantes, o carro tem controles de tração e estabilidade, frenagem de emergência e assistente de partida em rampa.

Fiat Fiorino - Caderno Garagem

O motor 1.4 Evo flex, de 86 cv de potência e 12,5 kgfm de torque, foi ajustado para atender às regras de emissões e ruído do Proconve (PL7). Segundo a marca, ele está 11,8% mais econômico no consumo de gasolina e 8,3% quando abastecido com etanol.

Fiat Fiorino - Caderno Garagem

O câmbio manual também foi aprimorado, com segunda e terceira marchas mais curtas, aumentando a agilidade no trânsito e reduzindo a necessidade de trocas em retomadas e subidas. A quinta marcha, por sua vez, ficou 5% mais alongada, o que diminui a rotação do motor em velocidades de cruzeiro e o nível de ruído na cabine.

Quem dirige a Fiorino no dia a dia vai sentir maior leveza do veículo, graças à mudança na suspensão traseira, que passa a empregar materiais mais resistentes. É um grande benefício ao usuário que trabalha o dia inteiro com entregas nos congestionamentos das cidades.

Fiat Fiorino - Caderno Garagem