Honda revela novo HR-V, que começa a ser vendido em agosto

Com mais espaço interno e design modernizado, SUV será oferecido em quatro versões

New Honda HR-V Touring - Caderno Garagem

A Honda apresentou o novo HR-V e, prepara-se, o SUV mudou muito em relação à primeira geração. O carro é resultado de um projeto 100% inédito, que ampliou o espaço interno e promoveu uma ruptura no design.

O modelo chega em quatro versões e duas motorizações. São elas EX e EXL (as duas com motor 1.5 DI i-VTEC flex aspirado) e Advance e Touring (1.5 DI VTEC turbo flex). O câmbio é sempre CVT de sete marchas.

A marca, porém, só divulgará os preços um pouco mais para frente, quando o carro efetivamente entrará em venda. A EX e a EXL desembarcam nas concessionárias em agosto, ao passo que a Advance e a Touring só em outubro.

O Honda Sensing, pacote completo de equipamentos de segurança e assistência ao motorista, é item de série em todas as versões. Os recursos do Sensing incluem controle de cruzeiro adaptativo, sistema de frenagem para mitigação de colisão, assistência de permanência em faixa e ajuste automático de farol.

New-HR-V-Touring-e-EXL-Honda-SENSING - Caderno Garagem

Outro benefício é o myHonda Connect, plataforma de conectividade da Honda, disponível nas versões Touring e Advance.

As versões se diferenciam por alguns detalhes de estilo. Nos modelos Advance e Touring, a grade é composta por múltiplos elementos que parecem flutuar. Nas EX e na EXL, o SUV possui filetes horizontais.

New Honda HR-V Touring - Caderno Garagem

Os faróis full LED, de série em todas as versões, possui acabamento cromado na moldura interna no HR-V Touring. Nas variantes EX, EXL e Advance, a moldura é preta.

Na traseira, as configurações receberam lanternas fumê com LED nas luzes de posição e freio. São unidas por uma barra horizontal de LED, que igualmente cumpre a função de luz de posição e, exclusivamente na Touring, tem acabamento fumê.

New Honda HR-V Touring - Caderno Garagem

A carroceria privilegia um estilo limpo e elegante, que enfatiza a linha de ombros alta das laterais. A tampa traseira oferece uma abertura alta e ampla, com linha inferior baixa para facilitar a colocação e retirada das compras no compartimento de bagagem.

O novo projeto do New HR-V abaixou a altura do capô, que aumenta a visibilidade do motorista. O deslocamento dos retrovisores externos para as portas (antes eram fixados junto à base das colunas A) também contribui para a melhora da visibilidade.

Por dentro, o painel de instrumentos e a tela da central multimídia de oito polegadas sensível ao toque foram posicionados para desviar o mínio de atenção do motorista. A instalação da alavanca do câmbio também foi pensado para evitar que o motorista altere sua postura ao volante ou tenha que desviar o olhar para acionar qualquer dispositivo.

New Honda HR-V ELX - Caderno Garagem

Os bancos têm o sistema de estabilização corporal, tecnologia antifadiga que garante mais conforto ao evitar o esforço constante do corpo para a retomada do posicionamento ideal. Além do prazer ao dirigir, os bancos colaboram para a segurança, uma vez que, sem se cansar mesmo ao percorrer longos trajetos, o motorista tem maior concentração na via.

New Honda HR-V ELX - Caderno Garagem

O espaço para as pernas dos ocupantes do banco traseiro cresceu 35 mm. O encosto ganhou dois graus adicionais de reclinação. O sistema de modularidade dos bancos Magic Seat oferece os modos de utilização Utility, Long e Tall, que permite a acomodação de objetos de diferentes dimensões e volumes.

Outra novidade na Touring é a abertura do porta-malas sem o uso das mãos. Basta simular um chute sob um dos sensores abaixo do para-choque traseiro para que a tampa abra automaticamente. O compartimento também tem a função Walk Away Close, que permite a operação sem o uso das mãos também na hora de retirar objetos grandes ou pesados.

New Honda HR-V ELX - Caderno Garagem

Antes de pegar a carga, o usuário aperta um botão na moldura inferior da tampa. Depois de retirar o objeto e se afastar do veículo, a tampa do porta-malas se fecha automaticamente.

O 1.5 DI i-VTEC flex aspirado entrega 126 cv de potência e 15,8 kgfm de torque. Segundo a Honda, o consumo na cidade é de 8,8 km/l (etanol) e 12,7 km/l (gasolina) e, na estrada, de 9,8 km/l e 13,9 km/l, respectivamente.