Volks vende Saveiro ao mercado peruano

Picape começa a ser exportada nas versões cabine dupla e cabine dupla Cross

 

Os países sul-americanos – e não apenas a Argentina – têm se tornado um ótimo mercado para as montadoras brasileiras. Principalmente para a Volkswagen, que começa a exportar a picape Saveiro – vendida em 59 países – ao Peru, nas versões de cabines dupla e cabine dupla Cross.

Faz parte da tradição da Volkswagen do Brasil a abertura de novos mercados. Das montadoras estabelecidas no país, ela é a que mais vende no exterior, com negócios realizados com 147 países.

Para se ter ideia, no primeiro semestre a Volks respondeu por 25% das exportações de automóveis e comerciais leves. “Até o fim do ano, atingiremos a marca de 4 milhões de veículos exportados em nossa história”, afirma Pablo Di Si, presidente da Volkswagen América do Sul e Brasil.

A Saveiro é mais um personagem dessa trajetória. Exportada desde 1982, quase 300.000 unidades já foram enviadas para outros países, principalmente das Américas do Sul e Central. Trata-se do quinto modelo da Volks mais comercializado lá fora.
Agora, a Saveiro vai se juntar a outros modelos da Volkswagen já mandados ao Peru: Up, Gol, Voyage, Fox, Polo, Virtus e T-Cross.

A picape é reconhecida por sua versatilidade, uma vez que atende muito bem quem busca um veículo para o trabalho e para o lazer. As versões cabine dupla e cabine dupla Cross são equipadas com motor 1.6 de 120 cv, que trabalha associado ao câmbio manual de cinco marchas. A diferença entre elas é que a Cross oferece mais itens tecnológicos voltados à segurança e ao desempenho.