Volkswagen apresenta conceito de crossover compacto elétrico em Munique

Previsto para chegar às ruas em 2025, o ID.Life é a aposta da montadora para impulsionar a mobilidade elétrica urbana

VW ID - Caderno Garagem
Visual clean, com maçanetas embutidas e sem retrovisores

A Volkswagen apresentou nesta segunda-feira, 6, o conceito ID.Life em seu estande no Salão da Mobilidade de Munique. De acordo com a empresa, trata-se de um crossover compacto totalmente elétrico, que vai contribuir para tornar a mobilidade sustentável acessível até 2025 (dois anos antes do prazo que a própria VW havia estipulado anteriormente). O preço estimado é de 20 mil euros – ou cerca de R$ 123 mil segundo a cotação atual.

“O ID.Life é a nossa visão de mobilidade urbana totalmente elétrica de última geração. O carro-conceito fornece uma prévia de um modelo da gama ID no segmento de automóveis pequenos que vamos lançar em 2025, com um preço de aproximadamente 20 mil euros; isso significa que estamos tornando a mobilidade elétrica acessível a ainda mais pessoas”, declarou Ralf Brandstätter, CEO da Volkswagen. “Ao criar o ID.Life, temos focado consistentemente nas necessidades dos clientes mais jovens. Acreditamos que, ainda mais do que hoje, o carro do futuro vai abranger estilo de vida e expressão pessoal. O cliente de amanhã não vai querer simplesmente ir do ponto A para o B; eles estarão muito mais interessados ​​nas experiências que um carro pode oferecer, e o ID.Life é a nossa resposta para isso”, acrescentou.

VW ID - Caderno Garagem
Crossover compacto chega ao mercado em 2025

Como ainda se trata de um modelo conceitual, o ID.Life traz soluções que dificilmente serão incorporadas ao veículo definitivo (ou, se forem, serão ofertados como opcionais com valor bastante elevado), como a possibilidade de transformar o interior em uma sala de projeções ou de jogos, já que o compacto conta com um console de videogame e um projetor, assim como uma tela que se estende por todo o painel.

Cinema, sala de jogos e cama

A disposição dos bancos também é flexível, e os dianteiros, por exemplo, podem ser rebatidos, assim como o traseiro, o que permite transformar a cabine em uma ampla cama com cerca de 2 metros de comprimento ou em um espaçoso compartimento de carga, além de uma confortável “sala de estar” para assistir filmes.

VW ID - Caderno Garagem
Bancos permitem diferentes configurações internas

Tem mais: câmeras e uma tela substituem os retrovisores externos e interno. As principais funções da direção são controladas por uma tela tátil no volante, que tem desenho futurista, e um smartphone pode ser integrado ao sistema operacional. Gadgets como tablets e outros aparelhos podem ser usados ​​para operar o sistema de navegação, por exemplo. Músicas, filmes e jogos armazenados no dispositivo também podem ser usados​, com o visual exibido na tela de projeção.

VW ID - Caderno Garagem
No modo sala de estar, conforto para assistir filmes

Sob a carroceria, o ID.Life estreia a versão da plataforma elétrica MEB desenvolvida especificamente para modelos compactos, dotada de tração dianteira. Com um motor capaz de entregar impressionantes 234 cv, o conceito pode acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 6,9 segundos, segundo a fabricante. Já a autonomia é de aproximadamente 400 km, de acordo com o ciclo WLTP.

VW ID - Caderno Garagem
Visula mnimalista no interior do conceito

Popularizar a mobilidade sustentável

“O ID.Life mostra mais uma vez o quão excepcionalmente flexível é a plataforma MEB; ela é adequada para veículos de todos os tipos, de carros pequenos a vans”, afirmou Thomas Ulbrich, integrante do conselho de gestão de desenvolvimento da Volkswagen. “É a arquitetura elétrica mais modulável da indústria; estamos apenas começando a explorar o potencial da MEB. Desempenho, capacidade de carga e alcance continuarão a melhorar com cada novo modelo e atualização de software”, completou.

A Volkswagen afirma que a expansão da família ID no segmento de carros pequenos a preços a partir de 20 mil euros é um passo fundamental para a implantação da mobilidade totalmente eletrificada. Em 2030, a montadora pretende aumentar a participação de modelos 100% elétricos nas vendas totais de veículos na Europa para pelo menos 70% e em 50% na América do Norte e China. Na terça-feira, 7, a empresa vai apresentar outro conceito elétrico no Salão de Munique, o SUV cupê ID.5 GTX, cujo modelo definitivo deve chegar ao mercado europeu no ano que vem.