Abeifa: venda de nacionais tem queda em novembro; importados avançam

Associadas à entidade tiveram retração de 17,2% nas vendas no mês em relação a outubro. Já os importados cresceram 16,8%

Volvo XC60 - Caderno Garagem
Volvo XC60 foi o importado mais comercializado entre as associadas à Abeifa

A Abeifa – Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores – divulgou seu balanço de vendas mensal ontem (6). De acordo com os dados, as empresas associadas registraram retração de 8,6% nas vendas totais em novembro. A maior queda foi contabilizada pelos automóveis produzidos no País, com 17,2% a menos no número de unidades vendidas. Foram 3.899 veículos licenciados em novembro, frente aos 4.711 exemplares emplacados no mês anterior. Em compensação, os modelos trazidos do exterior apresentaram evolução de 16,8% nas vendas, com 1.865 unidades vendidas no mês, sobre as 1.597 registradas em outubro.

Com esses números, o resultado acumulado de janeiro a novembro apresenta queda de 7% no total de unidades importadas licenciadas, com 23.257 unidades neste ano contra 25.015 emplacamentos no mesmo período de 2020. Já a produção nacional das associadas à Abeifa acumula, no mesmo período, 43.851 unidades comercializadas, contra 27.206 unidades vendidas nos primeiros onze meses de 2020, o que representa alta de 61,2%.

Tiggo 5X - Caderno Garagem
Tiggo 5X, produzido em Goiás, foi o mais vendido em novembro

Somadas as unidades importadas e as nacionais, com total de 67.108 veículos nos primeiros onze meses de 2021, as associadas à Abeifa registram percentual positivo de 28,5%. Em 2020, no mesmo período comparativo, o total de licenciamentos foi de 52.221 unidades.

“Diante do cenário de instabilidade tanto na importação como na produção local, nossa expectativa é que, ao menos, saia o mais rápido possível a renovação da lista de exceção aos produtos híbridos e elétricos, cujo imposto de importação é de 0% a 4%, dependendo da eficiência energética dos produtos, e que vence no dia 31 de dezembro próximo”, declarou João Henrique Oliveira, presidente da Abeifa.

Entre os modelos produzidos no Brasil pelas empresas associadas à Abeifa, o destaque segue sendo o Caoa Chery Tiggo 5X, que contabilizou 991 exemplares vendidos em novembro e soma 11.617 modelos licenciados neste ano. Já entre os importados, o mais vendido é o Volvo XC60 que teve 245 modelos emplacados no 11º mês do ano e soma 3.334 veículos comercializados em 2021 no Brasil.