Bugatti desenvolve bólido de 1.850 cv

Superesportivo Bolide com motor 8.0 W16 pode chegar a 500 km/h, mas ainda é um protótipo

 

O sobrenome do modelo já deixa subentendido a sua proposta e vem acompanhado de uma grife famosa no universo dos supercarros: Bugatti Bolide. Segundo a marca – que pertence ao Grupo Volkswagen –, trata-se do projeto mais radical desenvolvido por ela, feito especialmente para as pistas de competição.

O motor 8.0 W16 rende insanos 1.850 cv de potência e 188,6 kgfm de torque, levando o Bolide a anunciados 500 km/h de velocidade máxima. Os números de aceleração impressionam: 0 a 100 km/h em 2,17 segundos, 0 a 300 km/h em 7,37 segundos e 0 a 500 km/h em 20,16 segundos. É ou não um bólido?

Basta olhar a parte de dentro para conferir o perfil de carro de corrida. Ele pode acomodar duas pessoas que entram em portas com abertura diagonal. Os bancos em forma de concha são envolventes e o volante se assemelha a um manche de avião, agrupando uma série de comandos.

“O Bolide é o icone técnico da Bugatti”, afirma o capo da marca, Stephan Winkelmann. Ele conta que o motorzão 8.0 precisou de ajustes para ser posto à prova em circuitos, como mudanças na admissão e no escape. “Os quatro turbocompressores também foram adaptados para melhorar o desempenho em altas rotações, assim como o sistema de lubrificação, válvulas e defletores.”

Para reduzir o peso do carro, os engenheiros da Bugatti se valeram de materiais e processos inovadores, como a utilização de componentes e elementos de fixação de titânio – herdado da indústria aeroespacial. O material é leve e oferece alta resistência.

O sistema de freios do Bolide recebeu discos e pastilhas de cerâmica e pinças de apenas 2,4 kg. Entre os itens de segurança, o superesportivo vem com sistema automático anti-incêndio, reabastecimento pressurizado, travamento central das rodas, vidros laterais de policarbonato e cinto de segurança de seis pontos.

O Bolide ainda é um protótipo, mas, de acordo com experimentos da marca, ele faria uma volta no circuito de Le Mans (França) em 3,07 minutos e levaria apenas 5,23 minutos para completar os 28 km da histórica pista de Nurburgring (Alemanha).