Demorou, mas Corolla Cross entra no páreo para duelar com Jeep Compass

Receita de sucesso? Toyota lança SUV derivado do Corolla sedã, carro mais vendido do mundo

Corolla Cross

 

A Toyota demorou para entrar na briga dos SUVs na faixa de preço a partir de R$ 140.000 – aquela que visa combater o Jeep Compass. Quando resolveu dar esse importante passo, usou nada menos que a base do automóvel mais vendido do mundo em 2020, o Corolla. A marca japonesa acaba de lançar no Brasil o Corolla Cross, que mantém a essência do sedã, mas na vestimenta de utilitário esportivo.

O engenheiro-chefe, Daizo Kameyama, afirma que se apoiou em quatro pontos principais no desenvolvimento do modelo: robustez urbana, amplo espaço interno, dirigibilidade e conforto de condução e segurança, com equipamentos como sete airbags, câmera de ré em todas as versões e sistema de segurança ativa disponível nas configurações híbridas.

A Toyota investiu R$ 1 bilhão na sua unidade de Sorocaba (SP) para fabricar o Corolla Cross. Ele chega ao mercado em duas opções de motorização: 2.0 flex, com transmissão automática de 10 marchas, e híbrida, a mesma do irmão sedã, que combina dois propulsores elétricos e um flex.

Corolla Cross

O motor 2.0 de quatro cilindros em linha rende 177 cv de potência e torque de 21,4 kgfm. O híbrido flex tem motor 1.8 flex, de 101 cv e 14,5 kgfm. Segundo a fabricante, o Corolla Cross híbrido roda 13,9 km/l na estrada e 17 km/l na cidade quando abastecido com gasolina. Com etanol no tanque, as médias são de 9,6 km/l e 11,8 km/l, respectivamente.

Corolla Cross

Produzido sobre a plataforma GA-C (Global Architecture – Compact), a mesma do irmão três-volumes, do Prius e do RAV 4, o Corolla Cross estreia no próximo dia 25 com preços a partir de R$ 139.990 na versão de entrada XR. A XRE sai por R$ 149.990. A tecnologia híbrida estará disponível nas versões XRV Hybrid (R$ 172.990) e XRX Hybrid (R$ 179.990).

O Corolla Cross mede 4,46 metros de comprimento, 1,82 m de largura, 1,62 m de altura e 2,64 m de distância entre eixos. O volume do porta-malas é de 440 litros.

Corolla Cross

No design, o carro tem na dianteira grade trapezoidal dupla e a porção superior, em formato de colmeia, é cinza escuro, remetendo aos carros da Lexus, marca de luxo da Toyota. Nas versões híbridas, a moldura da grade é prata e o acabamento da logomarca, tingido de azul. Os faróis de neblina são de LED. O para-choque possui grandes vincos laterais, a fim de enfatizar a robustez da carroceria.

Visto de perfil, destacam-se as maçanetas externas na cor do veículo, enquanto as versões híbridas ganharam moldura superior das janelas com acabamento cromado. Na traseira, os para-lamas também passam a imagem de carro vigoroso e as lanternas horizontais invadem a lateral. A inscrição Corolla Cross esconde a abertura da tampa do porta-malas e acima do vidro estão o spoiler e a antena tipo barbatana de tubarão.

Carro bem equipado e com cinco anos de garantia

Por dentro, o SUV não destoa tanto do sedã. A diferença é que, no Corolla Cross, o acabamento é disposto na horizontal até se conectar com as portas. O console central tem espessura mais grossa e é sustentado por duas hastes nas extremidades. Os puxadores internos das portas apresentam design flutuante, com ar mais refinado.

Corolla Cross

Nas versões XR, XRE e XRV Hybrid, o painel de instrumentos exibe três mostradores: um circular no centro, que mostra velocímetro e nível de combustível; um semicircular do lado esquerdo, com o conta-giros; e o indicador do sistema híbrido (na versão XRV Hybrid). Já a versão XRX Hybrid possui tela digital colorida de sete polegadas no centro do painel.

Desde a versão de entrada XR, o Corolla Cross apresenta extensa lista de itens de série, como ar-condicionado digital automático com saída traseira, banco do motorista com regulagem para seis ajustes, computador de bordo com tela de 4,2 polegadas, rack de teto e central com tela de oito polegadas, compatível com Android Auto e Apple CarPlay e entrada USB.

Corolla Cross

As versões XRE, XRV Hybrid e XRX Hybrid adicionam sistema de destravamento das portas por sensores na chave, sistema de partida por botão e limpador do para-brisa com sensor de chuva. As duas versões híbridas têm, também, modo de seleção de condução Power. O Corolla Cross não é propriamente um off-road, mas não dá vexame em estradas acidentadas graças ao ângulo de ataque de 21º

A segurança é uma das fortalezas do carro. Ele vem com sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um de joelho para o motorista), câmera de ré com projeção na central multimídia, controles de estabilidade e tração, assistente de arranque em subida, sensor de estacionamento traseiro, faróis com acendimento automático e ajuste de altura elétrico e sistema Isofix para prender cadeirinha infantil.

As versões XRV Hybrid e XRX Hybrid adicionam mais equipamentos, como sensor de estacionamento, alerta de ponto cego, alerta de tráfego traseiro, sistema de pré-colisão frontal, assistente de permanência de faixa e controle de cruzeiro adaptativo.

A exemplo de todo o portfólio da Toyota disponível no Brasil, o novo Corolla Cross dá ao comprador cinco anos de garantia sem limite de quilometragem. As versões híbridas têm garantia estendida de oito anos para o sistema híbrido, composto por bateria, inversor/conversor, módulo de controle da bateria e módulo de controle de energia.