Era só o que faltava: Porsche lança esportivo 100% elétrico

O Porsche Taycan é apresentado em três continentes ao mesmo tempo e chega ao Brasil em 2020

 

Não é a primeira vez que os fãs da Porsche mais puristas torcem o nariz. Em 2002, eles consideraram uma heresia a marca alemã – dona de modelos míticos como 356, 911 e Boxter – se render aos SUVs quando lançou o Cayenne. O tempo mostrou que a Porsche fez a aposta certa, tanto que o primeiro utilitário esportivo da fabricante tornou-se seu carro mais vendido.

Agora, muitos porschemaníacos estão cismados novamente. A Porsche apresentou simultaneamente em três continentes (América, Europa e Ásia) seu primeiro carro esportivo totalmente elétrico: o Taycan. Ou seja, em vez do melódico ronco dos motores dos puros-sangues da Porsche, o silêncio. Sinal dos tempos. Tempos em que as montadoras aderem à mobilidade e se enquadram nas rigorosas normas de emissões de poluentes.

“É o início de uma nova era”, foram as primeiras palavras de Oliver Blume, presidente do Conselho Executivo da Porsche AG, ao iniciar o evento de gala em Berlim (Alemanha). Ele seguiu dizendo que os métodos de produção e os componentes altamente avançados do Taycan estabelecem novos parâmetros nos campos da sustentabilidade e da digitalização na indústria automotiva. “Temos aqui um verdadeiro Porsche para a era da eletromobilidade. Um esportivo que entusiasma por sua tecnologia e dinâmica de condução”, completa.

As primeiras versões do Taycan chamam-se Turbo e a topo Turbo S, modelos de produção mais potentes que a marca oferece atualmente em seu portfólio. Ainda neste ano, surgirão versões mais mansas e com tração nas quatro rodas. No fim de 2020, será lançado o Taycan Cross Turismo. O modelo faz parte do ciclo de investimentos de seis bilhões de euros em eletromobilidade, que vai até 2022.

O Taycan Turbo S custa 185.456 euros. Ele gera nada menos que 560 kW (o equivalente a 761 cv de potência) e acelera de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos. Sua autonomia é de 412 km. Já o Turbo sai por 152.136 euros. Seu motor elétrico rende 500 kW (680 cv), faz o 0 a 100 km/h em 3,2 segundos e pode rodar 450 quilômetros com uma carga da bateria. A velocidade máxima deles é a mesma: 260 km/h.

O design não desmente que se trata de um Porsche genuíno. A dianteira tem para-lamas com contornos elevados e grandes faróis em forma de bumerangue. Na traseira, um elemento que chama atenção é o logotipo Porsche aplicado na barra luminosa, que se integra às lanternas.

Por dentro, o quadro de instrumentos independente e curvado chama atenção no painel. Além disso, o passageiro tem à sua frente uma tela de informações e entretenimento. Os controles são inteligentes e intuitivos, bastando um toque ou a saudação por voz “Hey Porsche” para ativá-los.

Como a Porsche gosta e quebrar paradigmas – para desespero de seus fãs –, o Taycan ganhou interior sem um centímetro sequer de couro. O acabamento é de material reciclado, que realça o conceito de carro sustentável. Há dois compartimentos de bagagem disponíveis: o dianteiro acomoda 81 litros e o traseiro, 366 litros.

Os quatro modos de condução seguem a filosofia de outros Porsche. São quatro possibilidades: Range (alcance), Normal, Sport e Sport Plus. Além disso, os sistemas individuais podem ser configurados no modo Individual.

O esperado lançamento do Porsche Taycan gerou reações imediatas do CEO da Tesla, Elon Musk. Afinal, o modelo alemão é concorrente direto do Tesla Model S. Em suas redes sociais, Musk ironizou a palavra Turbo empregada nas versões do Taycan: “Esse termo não significa o que vocês pensam que significa”, cutucou Musk, apontando para o fato de o turbo ser o processo de forçar a entrada de ar no motor, queimando mais combustível em troca de maior potência.

Sempre controverso, Musk prometeu que levará o Tesla Model S para o circuito de Nürburgring a fim de superar a volta de 7 minutos e 42 segundos registrada pelo Taycan, durante a fase de testes. Para essa missão, o chefão da Tesla garante que o piloto do Model S será o campeão de Fórmula 1, Nico Rosberg.

A briga entre Porsche Taycan e Tesla Model S está apenas começando.