Ram 2500 lidera as vendas de carros premium em 2021

Picape teve 2.760 unidades licenciadas no ano passado

Ram - Caderno Garagem

 

Quando se fala em modelos premium no Brasil, logo pensamos em automóveis da Mercedes-Benz, BMW, Audi, Land Rover e Jaguar. Mas nenhuma delas teve o carro que custa acima de R$ 400.000 como o mais vendido do país no ano passado.

O veículo mais emplacado foi a picape Ram, que já não pertence mais à Dodge e caminha com identidade própria. Em 2021, foram emplacadas 2.760 unidades, representando crescimento de 87,1% em relação a 2020 que, até então, havia sido o melhor ano para a marca em sua trajetória no mercado brasileiro.

Com esse desempenho, a Ram se posiciona como a fabricante premium que mais cresceu no Brasil. Na faixa de preço superior a R$ 400.000, ele ocupou o terceiro lugar, embora tenha liderado o ranking durante cinco meses no ano passado. O modelo Ram 2500 Laramie foi o veículo premium mais vendido, com 2.227 unidades.

Ram - Caderno Garagem

“Nossa estratégia de oferecer produtos exclusivos e feitos de acordo com a necessidade dos clientes deu certo”, comemora Breno Kamei, diretor da Ram para a América do Sul. “Superar os desafios impostos em 2021 só foi possível graças à parceria com os concessionários e ao lançamento de produtos como a 1500 Rebel e a edição especial 2500 Rodeo.”

A Ram chegou a figurar em alguns meses entre as dez marcas mais vendidas no ranking de comerciais leves e terminou 2021 em 14º lugar, duas posições acima na comparação com 2020.

A Ram 2500 Laramie é o carro-chefe da marca, com alta de 51% em relação ao ano anterior. Além da liderança na faixa acima dos R$ 400.000, a maior picape do país se destacou pela participação, subindo de 3,3% para 4,8% no segmento premium.

Outro ponto alto da 2500 foi o lançamento de 100 unidades da edição especial Rodeo que, segundo a Ram, se esgotaram em 10 horas. Já a Ram 1500 Rebel fechou o ano com 533 exemplares comercializados.