Toyota Yaris 2020 chega ao mercado com Apple Car Play e Android Auto

Nova central multimídia também deverá ser usada no novo Corolla

 

A maior novidade da linha 2020 do Toyota Yaris, apresentado nesta terça (12), é quase prosaica para quem não é tão fã de smartphones, mas é um marco para a molecada que não vive desconectada. Finalmente o modelo tem Apple Car Play e Android Auto.

A nova central multimídia, que também deverá equipar a nova geração do Corolla, estará disponível no modelo a partir das versões XL Plus Tech. Acredite ou não, esse deve se tornar um forte argumento de vendas para este público.

Em relação às demais novidades, a maior que a linha 2020 do compacto japonês oferece é a pintura em dois tons da versão “aventureira urbana”, a X-Way. É um outro modo de dizer que ela não tem nenhuma alteração de suspensão, apenas perfumaria para parecer um SUV.

No mais, o Yaris continua a custar a partir de R$ 66.490, para o Yaris hatchback manual 1.3, e chega aos R$ 85.990 no Yaris Sedan XLS. São preços altos para o segmento em que o Yaris compete, mas a Toyota tem a incrível capacidade de cobrar o que quer por seus veículos e ainda vender um monte deles.

Só para relembrar, o Toyota Yaris Hatch tem 4,15 m de comprimento, 1,73 m de largura, 1,49 m de altura e 2,55 m de entre-eixos, com um porta-malas de 310 l de porta-malas. O Yaris Sedan é mais longo (4,43 m) e tem porta-malas maior (473 l), mas tem as demais medidas exatamente iguais às do hatchback. Ambos usam tanque de 45 l, o mesmo do Etios.

Em relação aos motores, o Yaris hatchback tem a opção de um 1,3 litro de 101 cv a 5.600 rpm e 12,9 kgfm a 4.000 rpm e de 1,5 litro com 110 cv a 5.600 rpm e 14,9 kgfm a 4.000 rpm, sempre com etanol. Este último propulsor oferece a opção da CVT.