Avaliação: JAC E-JS1

Com 300 km de autonomia, subcompacto elétrico é divertido e ideal para andar na cidade

JAC E-JS1 - Caderno Garagem

“Parece um carro de bate-bate”. Longe de ser depreciativa, a comparação feita por um amigo remete à memória afetiva daqueles carrinhos elétricos dos parques de diversões, cuja maior curtição era colidir com o “motorista” mais próximo.

Desenvolvido em parceria com a Volkswagen (dona de 50% da JAC), o subcompacto E-JS1 é uma doce lembrança dos pequeninos veículos de crianças e adultos. Com 3,65 metros de comprimento, 1,67 m de largura, 1,54 m de altura e 2,39 m de distância entre-eixos, o E-JS1 é um dos modelos movidos a bateria da marca chinesa oferecidos no mercado brasileiro.

Com tais dimensões, é claro que o minúsculo automóvel não é o mais adequado para a família. O espaço lá atrás é apertado, ainda mais se motorista e passageiro forem altos, precisando arrastar seus bancos para trás. O porta-malas de 121 litros, então, só comporta mochilas ou maletas.

JAC E-JS1 - Caderno Garagem

Em contrapartida, o E-JS1 cai sob medida para o trabalho. É ágil, fácil de estacionar e oferece autonomia de 300 km, segundo a montadora chinesa. Ou seja, pode rodar os cinco dias úteis de expediente durante a semana, se o motorista fizer a média de 60 km. Depois, basta recarregar a bateria em casa numa tomada de 220V ou nos eletropostos instalados, por exemplo, em alguns shoppings.

Fiz isso uma vez na minha estada de sete dias com o carro. Programei um almoço no shopping e, enquanto isso, realizei a chamada “recarga de conveniência”. Mas a tomada do E-JS1 não é compatível com os totens feitos para os automóveis, por assim dizer, ocidentais. Pensando nessa situação, a JAC disponibiliza um cabo que serve de benjamin.

JAC E-JS1 - Caderno Garagem

O motor desenvolve o equivalente a 62 cv de potência e 15,3 kgfm de torque. A aceleração de 0 a 100 km/h é completada em 10,7 segundos e a velocidade máxima chega a 110 km/h. Talvez por essa razão só é possível ajustar para 102 km/h a velocidade máxima em uma via cujo limite é de 110 km/h

Assim como outros veículos elétricos da JAC, o E-JS1 tem a tecnologia do pedal inteligente, denominado iPedal. Quando o motorista tira o pé do acelerador, o motor elétrico se converte em gerador e começa a realimentar a bateria, aumentando o alcance do carro.

A E-JS1 custa a partir de R$ 159.900, preço que assusta por ser um automóvel tão pequeno. A relação custo-benefício parece não compensar. Não perca de vista, contudo, que os automóveis com motor elétrico ainda têm valores exorbitantes para o bolso do consumidor brasileiro.

JAC E-JS1 - Caderno Garagem

Se você se permitir esquecer os cifrões por alguns momentos e puder dirigir o E-JS1, notará que ele é bastante divertido e possui os principais itens de segurança e conforto. Vai encaixá-lo numa vaga pequena? Além do tamanho favorecer, o carro da JAC se vale de sensores de estacionamento traseiro e câmera para manobras. Uma ladeira se aproxima? Então use o assistente de partida em rampa.

A lista de equipamentos de série agrega muito mais: controles de estabilidade e tração, faróis de neblina, sistema Isofix para prender cadeirinha infantil, monitoramento de pressão dos pneus, rodas de liga leve, auto hold, entrada USB e central multimídia são outros recursos do carro.

Sem falar que o simpático carrinho chama atenção andando ou parado. “Minha mulher viu o carro na garagem é já disse que quer um desses. Justo eu, que só compro carro da Volkswagen”, disse o vizinho, que mora no apartamento ao lado.

Bem, não quis me meter em questões familiares, mas me limitei a responder que, se serve de consolo, o E-JS1 traz também parte do DNA vindo da Volks. Agora a decisão é dele…

JAC E-JS1 - Caderno Garagem