Terceira geração do Mercedes GLS 450 cresce no tamanho e no preço

SUV premium da marca alemã está disponível no Brasil por R$ 917.900

 

Lançado em 1997, o Mercedes-Benz GLS 450 4Matic entra em sua terceira geração como um dos pilares da família de SUVs premium da marca alemã. De cara, o carro anabolizou seu porte físico. Agora, mede 5,21 metros de comprimento, 2,16 m de largura, 1,82 m de altura e 3,13 m de distância entre-eixos, 60 mm a mais que o antecessor, representando espaço extra para os passageiros se acomodarem melhor. O preço também está bem vitaminado: R$ 917.900.

Todos os bancos traseiros podem ser rebatidos separadamente ou ao mesmo tempo ao simples toque de um botão. Isso propicia a multiplicação do espaço do porta-malas, dos originais 355 litros para 2.400 litros. A suspensão pneumática permite o rebaixamento automático de 50 mm da extremidade traseira, facilitando a operação de carregar e descarregar o compartimento de bagagem.

Na dianteira, o utilitário esportivo ostenta uma enorme grade do radiador, que acomoda o não menos exagerado emblema da Mercedes, sem deixar dúvida sobre a procedência do veículo. O capô alto e com vincos dá maior musculatura ao modelo. A imponência da parte frontal contrasta com a traseira, bem mais sóbria e sem elementos rebuscados – e, até por isso, muito bonita.

O motor 3.0 de seis cilindros a gasolina entrega 367 cv de potência e leva o GLS 450 a 246 km/h de velocidade máxima e a acelerar de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos. Ele também é equipado com o sistema elétrico EQ Boost de 48 volts e gerador de partida integrado, responsável por funções híbridas de arranque, manutenção de velocidade de cruzeiro e recuperação de energia. A transmissão é automática de nove marchas.

A suspensão E-Active Body Control garante mais conforto e agilidade ao motorista. Segundo a fabricante, é o “único sistema do mercado capaz de controlar individualmente as forças das molas e amortecedores de cada roda, suprimindo os movimentos de rolamento, inclinação e subida e descida da carroceria”.

A suspensão E-Active Body Control é versátil, com funções escolhidas de acordo com a situação. São elas:

Rocking: se o GLS atolar ou afundar na areia, por exemplo, o recurso ajuda a liberá-lo mais facilmente. Se possível, o nível da suspensão é elevado e abaixado várias vezes, aumentando e reduzindo alternadamente a pressão sobre o solo e melhorando a tração.

Atuação individual da roda: com o modo de condução Off-Road selecionado, a altura em cada roda pode ser ajustada individualmente, melhorando o foco off-road do veículo em terrenos acidentados.

Rebaixamento traseiro ao carregar/descarregar: ao acionar o botão de rebaixamento, o veículo é rebaixado até um nível definido no eixo traseiro, permitindo que o compartimento de bagagem seja carregado e descarregado tranquilamente.

A exemplo de outros modelos da Mercedes, o GLS 450 traz a última geração da central multimídia MBUX (Mercedes-Benz User Experience), agregando uma série de funções, como o sistema de som surround Burmester, com 13 alto-falantes e um amplificador adicional e a navegação com realidade aumentada.

As tecnologias do caro incluem assistente ativo de distância, assistente de freios ativo (que pode ajudar a prevenir colisões traseiras e alertar a proximidade de pedestres e veículos), stop & go ativo (que mantém a distância de segurança até a parada completa do veículo e posterior retomada) e sensor de ponto cego.