ID.6 é mais um modelo da nova família GTX da Volkswagen

Sigla identifica a gama de carros com propulsão elétrica da fabricante alemã

Algumas montadoras adoram usar siglas para designar uma determinada gama de automóveis. A Volkswagen, que já tem GTI e GTE, agora criou a GTX para identificar seus modelos com motorização elétrica. O primogênito da nova família será o ID.4 GTX, que será apresentado no próximo dia 28.

“Há muito tempo, as letras GT simbolizam prazer ao dirigir”, afirma Klaus Zellmer, diretor de marketing e vendas da fabricante alemã. “O acréscimo do X é uma espécie de ponte para a mobilidade do futuro.”

A Volks quer que os automóveis GTX impressionem pelo desempenho e design. Um motor elétrico adicional no eixo dianteiro introduz a tração integral na família ID., projetada para máxima eficiência. Esse motor complementar é acionado em milésimos de segundo de forma inteligente, quando o carro “pedir” desempenho superior ou tração mais forte. No modo de condução Traction, ele se mantém ativado permanentemente.

A assinatura GTX ajudará a impulsionar a estratégia corporativa Accelerate, da Volkswagen. O objetivo é aumentar a participação dos carros totalmente elétricos da marca na Europa para 70% das vendas até 2030. Outra meta da Volks é se tornar neutra de carbono em 2050. Para isso, cerca de 16 bilhões de euros serão investidos em mobilidade elétrica, hibridização e digitalização até 2025.

A montadora também está de olho no mercado portentoso asiático. Ela quer que metade de seus automóveis comercializados na China sejam 100% elétricos até 2030. E preparou uma surpresa no Salão de Xangai: a apresentação do ID.6. Mistura de SUV e minivan, o ID.6 terá as versões Crozz e ID.6X.

O ID.6 mede 4,88 metros de comprimento, 1,85 m de largura, 1,68 m de altura e 2,96 m de entre-eixos com 30 cm a mais que o irmão ID.4, ele comporta sete pessoas, com a possibilidade de rebatimento da terceira fileira de bancos.

No design, as duas configurações guardam diferenças sutis. O ID.6 X possui faróis mais arredondados e tomadas de ar maiores. Já o ID.6 Crozz acomoda a placa traseira na tampa do porta-malas e recebeu faixas pretas mais chamativas nos para-choques. 

Na China, o SUV com ares de minivan (ou seria minivan com jeitão de SUV?) será equipado com motores de 179 cv de potência, 204 cv e 305 cv. Com o motor mais potente, o ID.6 chega a 160 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em 6,6 segundos. As baterias de 57 kWh e 77 kWh dão autonomia de até 588 km.