Porsche Panamera tem nova versão híbrida com mais de 700 cv

Configuração Turbo S E-Hybrid passa a ser a mais potente da gama, com 707 cv de potência total, entregue por um motor V8 biturbo a gasolina e outro elétrico

O novo Panamera Turbo S E-Hybrid é o mais potente da gama

 

A Porsche anunciou que está completando a sua linha Panamera com a nova versão Turbo S E-Hybrid, que chega para ser a mais potente da gama, contando com um motor V8 biturbo de 4.0 litros a gasolina, capaz de gerar 571 cv, acoplado a outro elétrico, com 100 kW (o equivalente a 136 cv). A potência total, assim, é de 707 cv. Além disso, graças a uma nova bateria e aos modos de condução aprimorados, a autonomia com eletricidade foi aumentada em aproximadamente 30%. Importante: estas melhorias também se estendem ao Panamera 4 E-Hybrid, que conta com um V6 biturbo de 2.9 litros e 330 cv.

Assim, a Porsche disponibiliza, a partir de agora, uma série com três opções de motorização híbrida plug-in para o Panamera – sendo que cada uma delas pode equipar as três configurações de carroceria disponíveis: sedã, Executive (com entre-eixos maior) e Sport Turismo. Ou seja, são nove possibilidades no total.

Além do motor V8 biturbo a combustão com 571 cv (o anterior entregava 550 cv) o novo Panamera Turbo S E-Hybrid conta com o pacote Sport Chrono como item de série, o que lhe permite acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,2 segundos, ou 0,2 segundo mais rápido que o seu antecessor. Já a velocidade máxima é 315 km/h, ou 5 km/h melhor. A versão 4 E-Hybrid cumpre a mesma prova em 4,4 segundos e alcança 280 km/h de máxima.

Interior do Turbo S E-Hybrid é completíssimo e requintado

Tem mais: com a nova bateria, o Panamera Turbo S E-Hybrid pode rodar no modo 100% elétrico por até 50 km de acordo com o ciclo WLTP (ou 59 km pelo NEDC), enquanto o 4 E-Hybrid tem autonomia elétrica para até 56 km/h (WLTP) ou 64 km (NEDC).

Conjuntos de suspensão e sistemas de controle dos novos Panamera também foram ajustados para oferecer mais esportividade e conforto. Além disso, uma nova geração do sistema de controle de direção e novos pneus garantem, de acordo com a montadora, uma melhor dinâmica lateral e maior precisão nas manobras. O Porsche Panamera Turbo S E-Hybrid traz, de série, todos os sistemas eletrônicos de controle disponíveis atualmente pela Casa de Stuttgart, como Controle Dinâmico de Chassi (PDCC), sistema de estabilização de rolamento (que inclui vetorização de torque e eixo traseiro direcional) e freios de composto de cerâmica.

Os novos Panamera híbridos podem ser encomendados nas concessionárias da marca no Brasil a partir do dia 22 de outubro, e os preços são: R$ 549.000 para Panamera 4 E-Hybrid, R$ 559.000 para o Panamera 4 E-Hybrid Sport Turismo e R$ 1.049.000 para o topo de linha Panamera Turbo S E-Hybrid.

Sport Turismo, sedã e Executive são as opções de carroceria da linha Panamera