Scudo completa família de furgões da Fiat

Novo veículo comercial se junta a Fiorino e Ducato e tem versão elétrica

Fiat Scudo

 O período de pandemia aumentou o volume de compras pela internet e, consequentemente, o sistema de delivery. Por isso, as empresas estão precisando fortalecer sua logística e os veículos comerciais são fundamentais para efetuar as entregas com eficiência.

Com tradição nesse tipo de veículo, a Fiat apresentou o furgão médio Scudo em três versões: Cargo (R$ 187.490), Multi (R$ 192.490) e a versão elétrica e-Scudo Cargo (R$ 329.990).

 “Já atendemos os segmentos B e E, com a Fiorino e a Ducato. Nosso objetivo agora é atingir 100% de cobertura do mercado de furgões. Com o Scudo, servimos os clientes da categoria D, que buscam agilidade, produtividade e rentabilidade em um utilitário”, afirma Herlander Zola, vice-presidente da Fiat na América do Sul.

Fiat Scudo

Montado no Uruguai, o Fiat Scudo se apoia nos pilares produtividade, espaço e baixo custo operacional. Tem ergonomia planejada e nível de acabamento e materiais superiores, que não são comuns em veículos de trabalho. 

O Scudo tem 5,30 metros de comprimento e 1,94 m de altura, medidas adequadas para garantir agilidade necessária no ambiente urbano e passagem sem problemas em espaços apertados. Pode levar até 1,5 tonelada e transportar itens de até 2,8 metros de comprimento.

Fiat Scudo

O Scudo não tem compartimentos de vidros nas laterais, ou seja, os itens armazenados no compartimento não ficam visíveis. É uma excelente opção para serviços como last mile (transporte em que a mercadoria sai do centro de distribuição para o destino final) e uso por transportadoras e microempresários.

O Scudo é construído sobre a plataforma EMP2, a mais flexível da Stellantis. O motor 1.5 turbodiesel gera 120 cv de potência e torque de 30,5 kgfm e trabalha com o câmbio manual de seis velocidades. Segundo a Fiat, ele percorre 12,4 km/l.

Fiat Scudo

O veículo possui ampla lista de itens de série, como três airbags, controle eletrônico de estabilidade, assistência em subidas, faróis de neblina dianteiros, cintos de segurança de três pontos com ajuste de altura, faróis em halogênio com DRL e alerta de fadiga, aviso no painel dado caso o motorista esteja rodando há mais de duas horas com velocidade de 65 km/h sem pausa.

O e-Scudo, por sua vez, é o primeiro utilitário 100% elétrico no Brasil. Vem equipado com motor elétrico de 136 cv de potência e sua autonomia é de 330 km. Cerca de 80% da bateria é recarregada em 48 minutos.

Fiat Scudo

Importado da França, o e-Scudo oferece três opções de condução: normal (para o melhor compromisso entre autonomia e desempenho); eco (otimiza o consumo de energia) e sport (prioriza o desempenho com potência e torque máximos).

Fiat Scudo