Novo Kicks é lançado em quatro versões, a partir de R$ 90.390

SUV reestilizado da Nissan mantém as dimensões, mas ganha itens de assistência ao motorista

 

Com show pirotécnico em São Paulo, com direito ao voo de 400 drones iluminados, a Nissan lançou nesta quinta-feira (25) a nova geração do SUV Kicks, que desde 2016, quando chegou ao mercado brasileiro, não havia passado por uma reestilização mais forte.

O modelo começa a ser vendido na rede de concessionárias em março em quatro versões: Sense (a antiga S) com câmbio manual (R$ 90.390), Sense CVT (R$ 98.390), Advance CVT (R$ 106.390) e Exclusive CVT (R$ 116.390). A marca japonesa espera vender 50.000 unidades nos próximos 12 meses.

O novo Kicks já está sendo fabricado em Resende (RJ). Segundo a Nissan, foram investidos R$ 100 milhões na modernização da planta para a produção do SUV. 

Na dianteira, o Kicks ganha uma enorme grade chamada de Double V-Motion, maior em relação à do antecessor. Ela está instalada entre o conjunto óptico que inclui faróis de Full LED e faróis de luzes diurnas. O para-choque mais encorpado passa a sensação de maior robustez do SUV.

Visto de perfil, chama atenção o teto flutuante, que provoca a ilusão de ótica de que a coluna C simplesmente não existe. A antena é do estilo barbatana de tubarão. As rodas de liga leve redesenhadas são de 17 polegadas.

Na parte de trás, o Kicks exibe lanternas de LED com novo desenho e unidas por uma faixa reflexiva, recurso que virou moda no design de vários carros vendidos por aqui. A tampa do porta-malas desvenda o compartimento de 432 litros de bagagem, capacidade que se manteve.

As dimensões, aliás, não mudaram. O novo Kicks continua medindo 4,29 metros de comprimento, 1,76 m de largura, 1,59 m de altura e 2,62 m de distância entre-eixos. A Nissan também não mexeu no motor — 1.6 16V de 114 cv de potência e 15,5 kgfm de torque.

O interior do Kicks passa a oferecer mais recursos aos ocupantes. O painel de instrumentos exibe 12 funcionalidades na tela de sete polegadas, ao passo que a central multimídia de oito polegadas é compatível com os sistemas Apple Car Play e Android Auto. O banco do motorista de gravidade zero, desenvolvido pela Nasa, distribui melhor o peso do usuário. O carro tem seis airbags em todas as versões.

Outra novidade é o sistema de som Bose Personal Space – só na versão topo de linha – com oito alto-falantes.

Uma boa surpresa para o consumidor diz respeito ao nível de tecnologias de assistência ao motorista. O Kicks possui alerta de tráfego cruzado traseiro (o anterior não tinha), alerta de colisão frontal, sensor de ponto cego, assistente inteligente de frenagem, alerta de mudança de faixa, visão 360 graus com quatro câmeras externas.

O controle dinâmico de chassi trabalha por meio de três sistemas, que atuam diretamente na suspensão, nos freios e na estabilidade. Já o novo tratamento acústico que reduz em 35% os ruídos no interior.