5 sinais de que os freios estão pedindo socorro

Saiba quando o sistema de frenagem de seu carro apresenta evidências de que algo está errado

Dirigir o automóvel com o freio deficiente é extremamente perigoso, porque, além de comprometer todo o sistema de frenagem, coloca em risco a vida de motorista e passageiros. Os freios são um dos sistemas que mais exigem atenção e, uma vez mal regulados ou desgastados, são capazes de provocar um acidente grave.

É preciso ficar de olho na qualidade dos componentes. Afinal, quando a procedência das peças é duvidosa, naturalmente o motorista começará a ouvir ruídos estranhos ou sentir desconforto nos pedais. São os primeiros sintomas que indicam a necessidade de uma revisão e substituição dos itens.

Confira cinco evidências, apontadas pelo Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi-Basil), de quando o sistema de freios está pedindo socorro.

Trepidação ao frear

Não é normal frear e sentir o carro trepidar. Isso geralmente acontece por vários motivos – seja do sistema de freio, rolamento ou suspensão. No primeiro caso, é possível que o problema esteja nos discos ou tambores desgastados, empenados ou serem de má qualidade. Se não bastasse diminuir a eficiência da frenagem, a trepidação danifica outros componentes do veículo, consequentemente encarecendo o valor do conserto.

Fluido do freio

O composto sintético ou semissintético é indispensável para o processo seguro de frenagem. Suas principais características são a boa capacidade de não se comprimir e a ruim de absorver água. Quando o motorista pisa no pedal de freio, o fluido atua na linha hidráulica e aciona as sapatas/pastilhas de freio. O fluido também funciona como lubrificante e previne a corrosão de peças do sistema. Sua troca deve ser feita seguindo sempre o manual do proprietário.

Desconforto nos pedais

O chamado pedal duro ou muito baixo, aquele desconforto ao acionar o pedal do freio, está associado à qualidade do material de atrito das pastilhas de freio ou ao vazamento do diafragma do servofreio. Se o motorista notar que a frenagem parece mais lenta que o normal, um dos diagnósticos é o vazamento do fluido de freio. Outras causas, como ar no circuito hidráulico, folga excessiva entre o pedal e a haste e lonas desreguladas, igualmente são fontes de problemas. Dessa forma, substitua as peças defeituosas do sistema hidráulico e regule as lonas. Corrigir as folgas e fazer a sangria do sistema de freio são ações que também dão resultado.

Luzes de aviso no painel

Alguns automóveis têm um alerta no painel que acende quando as pastilhas estão desgastadas. Quando isso ocorre, é um claro sinal de que está na hora de substituí-las.

Ruídos no freio

Freio barulhento pode representar pastilhas gastas e finas ou então de qualidade duvidosa. Elas diminuem a vida útil dos discos e causam o desgaste prematuro do conjunto. Nesse caso, é melhor trocar discos e pastilhas.