Ar-condicionado é muito mais do que um item de conforto

Como proporciona bem-estar ao volante, equipamento também é considerado item de segurança. Mas é preciso saber utilizá-lo da melhor maneira

Ar-condicionado - Caderno Garagem
Difusores direcionados para o alto melhoram a eficiência do ar condicionado

Em dias de calor intenso, ou em meio ao trânsito pesado das grandes cidades, fechar os vidros do carro e usufruir da comodidade de um ar-condicionado deixou de ser um prazer restrito a carros mais requintados há muito tempo. Mas você sabia que existem algumas regras para utilizar o ar-condicionado do carro de maneira mais eficiente? É o que vamos explicar a seguir.

Se o carro estiver estacionado sob o sol em um dia quente, certamente a temperatura no interior dele vai estar muito mais alta do que a ambiente. Então, o ideal é abrir todas as janelas e aguardar alguns minutos antes de sair dirigindo. Se não for possível, tome cuidado antes de tocar em qualquer superfície que tenha ficado mais exposta à luz solar, ligue o ar-condicionado na intensidade máxima (assim como o ventilador) e rode com as janelas abertas até que todo o ar quente saia.

Dica: nos veículos equipados com ar-condicionado automático não é necessário selecionar a temperatura mais baixa. Ajuste para a qual você está acostumado que o equipamento vai trabalhar da melhor forma até atingi-la. Outra recomendação é evitar direcionar o ar gelado para o seu corpo. Por mais confortável que isso possa parecer, o choque térmico pode provocar dores de cabeça e ressecamento dos olhos.

Ar-condicionado - Caderno Garagem
Ajuste automático da temperatura é uma comodidade extra

Por falar nisso, um detalhe que muita gente ignora é a importância de direcionar o ar que sai dos difusores para permitir que o interior do carro atinja a temperatura desejada com maior eficiência. Como o ar quente é mais leve, o correto é direcionar o ar gelado do condicionador para cima, fazendo com que a troca ocorra mais rapidamente.

Ar-condicionado - Caderno Garagem

Muito além de um simples item de conforto

O ar-condicionado também é bastante útil quando se trafega sob chuva, situação na qual é comum os vidros embaçarem por conta da diferença de temperatura entre o lado interno e o externo do vidro. Basta ligar o equipamento (ou direcionar a saída do ar para os vidros) para que, em poucos minutos a visibilidade volte a ser total.

Ar-condicionado - Caderno Garagem
Boa parte dos equipamentos automáticos oferece a opção de desembaçar os vidros

Uma recomendação para evitar o mau cheiro no sistema é deixar o equipamento ligado por alguns minutos como aquecedor, para secar toda a umidade nos dutos e evitar a formação de fungos – que provocam o mau cheiro. E já que estamos falando de fungos, não esqueça de substituir periodicamente o filtro de cabine, que, como o nome indica, impede que poeira e outras sujidades entrem no interior do veículo pelo sistema de ventilação/ar-condicionado. A peça não custa caro e a troca é feita rapidamente em oficinas ou postos de troca de óleo.

Com relação à dúvida sobre se é mais econômico rodar com os vidros abertos ou o ar-condicionado ligado, a resposta depende da condição. No anda e para do trânsito urbano, as janelas abertas não vão provocar muita interferência na aerodinâmica do veículo e, consequentemente, no gasto de combustível. Já em estradas ou vias expressas a situação muda, e o mais recomendável é optar pelo ar-condicionado. O mais importante, contudo, é escolher a forma que proporciona maior comodidade e sensação de bem-estar, pois isso garante que você permaneça atento e dirigindo de maneira segura todo o tempo.

Ar-condicionado - Caderno Garagem
Os carros atuais têm difusores instalados em posição mais elevada para melhorar a circulação do ar