Parceria de FCA e Enel X criará infraestrutura para mobilidade elétrica

Projeto global e-Mobility buscará soluções renováveis e integradas para melhor atender o usuário

A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) selou parceria com a Enel X, empresa de soluções energéticas pertencente à Enel Brasil, para a criação do e-Mobility, projeto que tem o objetivo de promover a mobilidade elétrica no Brasil. E de que forma? Segundo a montadora, um dos pilares da iniciativa é usar o carro como plataforma de soluções integradas e seguras aos clientes.

A ideia é que o veículo não seja usado somente como transporte, mais sim como um meio, em que o usuário realize as tarefas diárias com mais simplicidade. 

A FCA acredita que a mobilidade elétrica vai além do desenvolvimento de novos modelos. É preciso repensar toda a experiência do usuário, que deverá ter a infraestrutura necessária para este tipo de tecnologia.

 “O e-Mobility extrapola os automóveis com propulsão eletrificada”, afirma Antonio Filosa, presidente da FCA para a América Latina. “A indústria vem se renovando com soluções sustentáveis para atender a melhor experiência possível do cliente durante o seu deslocamento.”

A parceria com a Enel X também é uma maneira de preparar a montadora para as chegadas de modelos elétricos ou híbridos da FCA em 2021, como os já anunciados Fiat 500e e Jeep Compass Hybrid. 

O Brasil é o primeiro país a receber o e-Mobility fora da Europa. Mais de 65 profissionais de diferentes áreas da FCA vêm trabalhando nesse projeto global e o mercado brasileiro atuará com estratégias específicas. 

Uma das primeiras ações da parceria no país é o ingresso da FCA no programa Urban Futurability, idealizado pela Enel. Trata-se de um projeto de transformação digital liderado por uma empresa de energia elétrica na América do Sul.

Com investimento de R$ 125 milhões, o Urban Futurability é subdividido em 40 iniciativas de digitalização e inteligência artificial para gestão da rede de energia de cidades inteligentes. Entre elas, está uma réplica tridimensional da rede elétrica do bairro paulistano da Vila Olímpia e a instalação de cerca de 5.000 sensores que coletam dados sobre as condições da rede.

“Esse projeto transformará a rede elétrica em uma plataforma, permitindo que a energia seja usada na recarga de veículos elétricos, contribuindo com o crescimento sustentável das cidades”, revela Rosário Zaccaria, diretor de Infraestrutura e Rede da Enel Distribuição São Paulo.