BMW M: saiba quais são os 10 modelos mais icônicos na história da marca

Conheça as 10 máquinas preferidas dos fãs da divisão esportiva da montadora alemã

BMW M - Caderno Garagem

Já que é missão quase impossível apontar um modelo como o melhor já produzido pela BMW M – empresa responsável por criar e desenvolver os esportivos da famosa montadora da Baviera – conheça a seguir quais são os dez veículos preferidos entre os aficionados pela marca, que está completando 50 anos.

M1 (1978)
Criado em 1978 sob supervisão do lendário designer Giorgio Giugiaro, o M1 foi concebido para as pistas. Mas, para ser homologado, a FIA exigia que um número mínimo de unidades “de rua” fosse comercializado, resultando nas 456 unidades construídas artesanalmente durante três anos. Foi o primeiro modelo BMW a ter motor central, um seis cilindros de 3.5 litros que entregava 277 cv.

BMW M - Caderno Garagem

 

M3 E30 (1985)
O primeiro M3 também nasceu para as competições, mas tornou-se uma lenda até hoje entre os aficionados por esportivos, graças à sua dirigibilidade incomparável, para a qual o motor 4-cilindros de 2.3 litros contribui de maneira primordial. 

BMW M - Caderno Garagem

 

Z3 M Coupé (1997)
O design é polêmico até hoje, mas a versão fechada do roadster Z3, em sua configuração mais apimentada era capaz de feitos memoráveis, como arrancar de 0 a 100 km/h em apenas 5,4 segundos, graças ao poderoso 6-cilindros em linha de 3.2 litros, que entregava incríveis 321 cv.

BMW M - Caderno Garagem

 

M5 E39 (1998)
Com visual relativamente “comportado”, este M5 trazia sob o capô um inigualável V8 de aspiração natural e comando de válvulas variável na admissão e no escapamento, com incríveis 400 cv. Assim, o sedã conseguia acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 4,8 segundos, além de atingir 298 km/h de máxima.

BMW M - Caderno Garagem

 

M3 CSL E46 (2003)
O BMW M3 CSL foi uma homenagem aos coupés mais leves das décadas de 1940 e 1950. A empresa reduziu o peso padrão de M3 em 110 kg (!), deixando-o com apenas 1.382kg. Já o motor de 3.2 litros ganhou 17 cv, totalizando 360cv. A suspensão era feita sob medida e o câmbio sequencial M da BMW completava o pacote que proporcionava maior precisão e agilidade.

BMW M - Caderno Garagem

 

M5 E60 (2005)
Considerado por muitos fãs como o melhor M5 de todos, o modelo trazia um motor V10 oriundo da F1, capaz de entregar impressionantes 507 cv. O design um tanto “sem sal” da configuração sedã era compensado na station, que teve produção limitada.

BMW M - Caderno Garagem

 

M3 GTS (2010)
A única série da gama M3 com motor V8 também foi a última na configuração cupê. O M3 GTS era quase um bólido de corrida acessível a clientes BMW. Seu motor de 4.4 litros era capaz de entregar 450 cv e permitia ao carro acelerar de 0 a 100km/h em 4,4 segundos e alcançar a incrível velocidade máxima de 305km/h.

BMW M - Caderno Garagem

 

1M Coupé (2010)
O primeiro compacto desenvolvido pela BMW M contava com motor de seis cilindros em linha e 3 litros turbo com 340 cv. Sua relação peso-potência era de apenas 4,4 kg/cv, o que resultava no equilíbrio perfeito para a condução esportiva. Sem dúvida, foi o melhor modelo de entrada da família M até hoje.

BMW M - Caderno Garagem

 

M2 CS (2019)
A linha M2 atingiu o seu auge com esta versão, que teve grandes evoluções em relação aos antecessores se tornou um esportivo compacto radical e preciso, capaz de enfrentar rivais maiores e até mais potentes. Dotado de câmbio manual de seis marchas e motor de 3.0 litros turbo, com 450cv, foi o primeiro M2 equipado com suspensão adaptativa e freios de carbono-cerâmica como opcional.

BMW M - Caderno Garagem

 

M4 CSL (2022)
Após quase 20 anos, a sigla CSL está de volta para identificar o melhor BMW M da atualidade, o M4 CSL, que se tornou o modelo da marca mais rápido no lendário circuito de Nürburgring Nordschleife, com o tempo de 7 min15s677. O M4 tem 550 cv à disposição e peso reduzido em 100 kg, graças ao uso de plástico reforçado com fibra de carbono (CFRP) em diversos componentes.

BMW M - Caderno Garagem