Volvo pesquisa materiais sustentáveis para automóveis premium

Atenta à preocupação crescente dos consumidores, montadora sueca já baniu o couro do acabamento de seus veículos mais luxuosos

Volvo XC40 Recharge - Caderno Garagem

De acordo com o estudo Vogue Business Index, elaborado pela famosa publicação Vogue no fim do ano passado, dois terços dos consumidores consideram as políticas ambientais da marca como fator decisivo no momento de adquirir produtos de luxo, e essa mesma porcentagem de compradores gostaria de ver a rotulagem de carbono nos produtos, como forma de ter mais transparência sobre o impacto ambiental de produtos e de materiais, segundo o estudo The Carbon Trust, também publicado em 2020.

Por conta desse comportamento do público, designers do mundo todo estão interessados em novos materiais de alta qualidade, que sejam sustentáveis e de origem eticamente responsável para criar os produtos de luxo do futuro. Essa e outras conclusões foram publicadas no relatório The Rise of Conscious Design, produzido em parceria pela Volvo Cars e o The Future Laboratory, empresa líder em previsão de tendências.

A publicação foi feita ao mesmo tempo em que a montadora anunciou que todos os seus novos modelos elétricos não vão utilizar couro no acabamento. Por conta disso, a fabricante trabalha na pesquisa de materiais sustentáveis de alta qualidade que possam substituir alguns dos utilizados atualmente na indústria automotiva em geral.

Volvo XC40 Recharge - Caderno Garagem
Garrafas PET, material de florestas sustentáveis e cortiça vão dar origem a novos materiais

Sustentabilidade e economia circular

“Temos uma visão do caminho que precisamos seguir no futuro, com o primeiro passo para garantir o aproveitamento de materiais sustentáveis, naturais e reciclados”, afirmou Robin Page, chefe de design da Volvo Cars. “O próximo desafio é mudar o que fazemos com esses materiais, seja produzir peças de automóveis que duram para sempre, reentrar na economia circular ou voltar à terra”, acrescentou.

“O design consciente pode transformar profundamente a nossa sociedade e é essencial que as marcas aproveitem as oportunidades oferecidas”, declarou Martin Raymond, cofundador do The Future Laboratory. “O design consciente está mostrando um caminho a seguir e pode transformar o mundo nesse processo”, completou.

O objetivo da Volvo Cars é que 25% do material usado nos novos automóveis da marca possuam conteúdo reciclado e de base biológica até 2025, como parte de sua ambição de ser um negócio totalmente circular até 2040. Em vez do couro, a empresa vai oferecer alternativas com materiais sustentáveis de alta qualidade aos seus clientes. Um exemplo é o Nórdico, um novo produto destinado ao acabamento interno dos carros criado pela Volvo, que consiste de têxteis feitos de material reciclado, como garrafas PET, material bioatribuído de florestas sustentáveis ​​na Suécia e Finlândia e rolhas recicladas da indústria do vinho. Esse material vai estrear na próxima geração de modelos da marca sueca. A montadora vai seguir oferecendo opções de misturas de lã, provenientes de fornecedores devidamente certificados, uma vez que a empresa procura garantir a total rastreabilidade e bem-estar animal em sua cadeia de suprimentos do produto.

Volvo C40 Recharge - Caderno Garagem
Mesmo sem couro, o interior do Volvo C40 Recharge é requintado
Volvo C40 Recharge - Caderno Garagem
Interior do C40 Recharge

Volvo C40 Recharge - Caderno Garagem